Sebrae apresenta projeto para a roteirização turística de Pindaré-Mirim

Projeto foi apresentado a secretários municipais e visa incentivar a atividade turística no município
O município de Pindaré-Mirim pertence a um dos mais belos polos turísticos do estado do Maranhão, o Lagos e Campos Floridos, que surpreende pelos seus campos alagados, sua história, gastronomia e festas populares. Além de ter um rio que leva o nome da própria cidade, o Rio Pindaré, é agraciado pelo Engenho Central, a Praça São Pedro e muitos outros atrativos turísticos.
Apesar disso, a cidade ainda não dispõe de um roteiro turístico que facilite e melhore o desenvolvimento do turismo. Foi nesse intuito que o Sebrae, por meio da unidade regional de Santa Inês, recentemente, apresentou a secretários municipais o projeto de roteirização dos atrativos turísticos de Pindaré Mirim.
Participaram da reunião, o gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Wamberg Amaral, a consultora credenciada ao Sebrae e turismóloga, Elaine Costa, o secretário municipal de turismo, Marcos Andrade, o secretário municipal de agricultura, Pedro de Amorim e o secretário de cultura, Mazoca Cutrim, além de representantes da secretaria municipal de meio ambiente.
Durante a reunião, o projeto foi apresentado destacando que um dos principais objetivos é facilitar o destino dos turistas que visitarem a cidade, com criação de um roteiro, inicialmente apresentado por meio de um folder turístico produzido pelo Sebrae, em parceria com as secretarias envolvidas.
O projeto trata ainda do relatório de estudo de viabilidade e capacitação dos empreendedores locais. O secretário de turismo de Pindaré Mirim, Marcos Andrade, destacou que o projeto será de grande relevância para o desenvolvimento da região. “Consideramos esse trabalho de grande relevância para o desenvolvimento sócio/econômico da região, haja vista que o turismo é hoje responsável por um grande número de empregos e a cidade de Pindaré Mirim será, sem dúvida, nos próximos anos, o destino turístico regional motivado principalmente pela restauração do Engenho Central, grande atrativo histórico não só da região, como também do Brasil”, disse Andrade.
Para o gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Wamberg Amaral, esse trabalho em Pindaré Mirim será o ponto de partida para o incentivo ao turismo da região dos Lagos e Campos Floridos.
“A ideia é dá visibilidade ao potencial turístico que se tem nessa região do Polo Lagos e Campos Floridos, tendo como entrada o município de Pindaré Mirim, que foi um grande polo econômico dessa região do Pindaré. Com esse trabalho, a gente pretende revitalizar um pouco da história desse município, a história do povo e ao mesmo tempo fazer um mapeamento dos pontos turísticos do município, não só da parte histórica dos monumentos, mas também ver o cotidiano das comunidades do setor urbano e rural, os quilombolas e os trabalhadores rurais, para inserir Pindaré Mirim dentro do contexto do turismo do estado, para que esse trabalho sirva de base para os demais municípios do polo”, pontua Amaral.
Mapeamento dos pontos turísticos
Na ocasião, a turismóloga e consultora credenciada no Sebrae, Elaine Costa, juntamente com o secretário de turismo de Pindaré Mirim, Marcos Andrade, fizeram um mapeamento dos pontos turísticos de Pindaré Mirim, na sede e zona rural do município.
Foram constatados mais de dez pontos que serão incluídos no folder turístico que será produzido pelo Sebrae e que é a primeira ação prevista. Um dos locais mais visitados pelos turistas é a Praia do Bambu, que recebe milhares de pessoas durante o fim de semana.
Durante o mapeamento foram feitos registros fotográficos que serão usados na produção do folder. O material será distribuído em restaurantes e pousadas de Pindaré Mirim e região.