Professores de Santa Inês anunciam indicativo de greve

Cansados de esperar a resolução de seus problemas através do diálogo, os educadores da rede municipal de ensino de Santa Inês divulgaram edital de convocação para deliberarem sobre indicativo de greve, como forma de pressionar a prefeita Vianey Bringel a garantir os direitos da categoria.

De acordo com o Edital de Convocação, divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública das Redes Estadual e Municipais do Maranhão (Sinproesemma), nesta segunda-feira (31/07) haverá assembleia geral para debater sobre o indicativo de greve e também sobre a regularização dos salários dos educadores e garantia dos 45 dias de férias, conforme previsto em Lei.

Vale ressaltar que a Administração Municipal de Santa Inês ainda não repassou o reajuste estabelecido em Lei para os professores, no percentual de 7,64%, em vigor desde janeiro deste ano. Os educadores reivindicam também mudanças de classe e de nível e o enquadramento dos professores nas faixas do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Educadores de Santa Inês, aprovado em 2014.

Várias assembleias já foram realizadas e até o momento os professores não foram atendidos, mesmo a categoria alegando existir recursos financeiros suficientes para que a gestão Vianey Bringel atualize os salários e faça o reajuste.