Mercado da Barreirinha completa 1 ano de inatividade

Local que deveria abrigar centenas de feirantes da Rua da Barreirinha foi inaugurado e continua fechado há um ano

Inaugurado pelo ex-prefeito Ribamar Alves no dia 28 de dezembro do ano passado (2016), o Mercado José Castelo Frazão continua sem funcionar. Amplo e equipado para acomodar os feirantes que trabalham no canteiro central da Rua Barreirinha, no município de Santa Inês, o local continua inativo.

À época, os feirantes reclamavam da falta de condições para trabalhar e foram atendidos pelo prefeito que construiu o espaço e em parceria com a mineradora Vale adquiriu as barracas. Visando ampliar ainda mais o local, a Prefeitura construiu e equipou boxes.

Tanto os feirantes como a população que faz compras na Rua da Barreirinha reclamam que o local é inapropriado para abrigar uma feira para venda de produtos para alimentação, porém, após um ano, a atual gestão municipal ainda permite que as pessoas estejam expostas tanto ao risco de contaminação como ao risco de acidentes.

O mercado José Castelo Frazão foi construído para abrigar feirantes que há anos trabalham na área central da Rua da Barreirinha, onde disputam espaço com veículos, colocando em risco suas vidas e as dos clientes. Além disso, o local não dispõe de condições de higiene e infraestrutura para esses pais de família desempenharem seu trabalho.

ESTRUTURA

Situado às margens da Rua da Barreirinha, o Mercado José Castelo Frazão dispõe de ampla área coberta construída para abrigar cerca de 160 bancas. Também na parte interna, dispõe de 20 boxes construídos, com pias e torneiras; mais área com pia e banheiros com acessibilidade para deficientes.